sexta-feira, 22 de novembro de 2013

SE OS POETAS DESSEM AS MÃOS

 
 

                           
                             Se os Poetas Dessem as Mãos

 

Se os Poetas dessem as mãos
e fechassem o Mundo
no grande abraço da Poesia,
cairiam as grades das prisões
que nos tolhem os passos,
os arames farpados
que nos rasgam os sonhos,
os muros de silêncio,
as muralhas da cólera e do ódio,
as barreiras do medo,
e o Dia, como um pássaro liberto,
desdobraria enfim as asas
sobre a Noite dos homens.

Se os Poetas dessem as mãos
e fechassem o Mundo
no grande abraço da Poesia.

 
 

Fernanda de Castro, in "Ronda das Horas Lentas".

 

 


3 comentários:

  1. Sensibilíssimo você poeta, adorei, parabéns, sucesso. Célia. (o vi no face)

    ResponderEliminar
  2. esse poema toca suavemente a alma!

    ResponderEliminar