sexta-feira, 30 de junho de 2017

FRANCISCA POSSOLO DA COSTA - A uma despedida




FRANCISCA POSSOLO DA COSTA
 (Lisboa, Portugal, 1783 – Cartaxo, 1838)
 
Poetisa

Não obstante a sua precoce vocação poética, dedicou-se, a princípio, ao cultivo da música. Compôs o primeiro soneto aos 14 anos, escolhendo assuntos de carácter arcádico: os aniversários dos amigos e parentes, o advento da Primavera, etc. Amiga de António Feliciano de Castilho, adoptou o nome arcádico de Francília, tendo, sob este nome, escrito uma epístola dirigida a Aleipe, sua amiga íntima, com a qual trocou saudações em verso. 

Foi considerada uma das pioneiras do movimento pré-romântico feminino em Portugal.

Algumas das suas obras:Francília, pastora do Tejo, Henriqueta de Orleans ou o Heroísmo.

***

A UMA DESPEDIDA

As horas voadoras vão trazendo
O instante fatal de uma partida,
Que dos gostos ligeiros desta vida
Um retrato funesto está fazendo.

A sociedade amável entretendo
Esteve a paz (por pouco possuída);
Que em mágoa pela dura despedida
No aflito peito sinto ir convertendo.

Com que horrores a pálida tristeza
Cobre o círculo breve dfos meus anos,
Martiriza a sensível natureza!

Como havendo pesares tão tiranos,
E almas nobres, que adorna a singeleza,
São tão poucos os santos desenganos!




Sem comentários:

Enviar um comentário